Não importa saber se a gente acredita em Deus: o importante é saber se Deus acredita na gente ...



Sou católica não praticante, estudei a vida inteira no meu gracioso Colégio Sagrado Coração de Jesus, onde aprendi desde pequena a importância da fé, de dividir o que tenho, de gostar de todos de forma igual, e o principal: não obrigar ninguém a fazer parte de minha religião.

Respeitar o direito do outro de crer no que ele acha mais conveniente é livre árbitrio, ninguém deve obrigar o outro a fazer parte de uma religião se este não deseja. A imposição na maioria das vezes traz consigo a repúdia.

Se você quer que alguém faça parte de sua religião, apresente os preceitos de sua igreja, seu funcionamento, e espere para que esta pessoa espontaneamente chegue até sua crença, ou simplesmente conheça-a.

O direito de credo é particular, tão íntimo que alguns apenas preferem conversar a sós com Deus e não frequentar nenhum centro ou paróquia.

Muitas vezes o que é mais real para mim não é para o outro, e por isso vou criticá-lo? Seria muito egoísmo e falta de respeito de minha parte.

Eu acredito em Deus, sinto que este ser supremo me ilumina e rege todos que aqui estão comigo, dando-me a graça de não desrespeitar nem aos céticos, pois cada um tem direito de acreditar ou não no que acha que é verídico em sua vida.

Ter fé é sentir a presença de Deus, é mais que frequentar um centro, paróquia, templo ou catedral.

Ter fé é seguir preceitos, é amar a Deus, é amar o semelhante, é amar a tua vida.

Seja você da religião que for saiba que Deus está em toda parte, mas você somente o encontrará se confiar nele, aí ele estará também acreditando em você.

7 rabiscos:

  1. Deny, minha querida!
    Aqui em casa sempre dizemos que não importa a escolha religiosa, contanto que a escolha seja Deus, tudo está certo! O problema que vejo em alguns casos é que pessoas se escondem atrás de uma religião para pregarem verdades pessoais, com doses de discriminação e injustiças...Aí, nestes casos, eu sempre questiono onde mora Deus para essas pessoas? No coração não deve ser!
    Grande beijo,
    Jackie

    ResponderExcluir
  2. tem um vesículo lá em eclesiaste 12:12-13
    "Não há limite para fazer livros...
    De tudo que tem ouvido a soma é teme a Deus
    e guarda os seus designos"

    As vezes a cultura influência tanto
    uma relação genuína do homem
    com Deus.
    É mais uma questão de intimidade.
    é um relacionamento direito
    sem um intermediario...
    é só uma questão de retribiuir amor
    Amei
    Abç
    =]

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Deny,
    Por mais um brilhante post...
    Sou Evangélico e concordo com seu ponto de vista, também acho que ninguém é obrigado a seguir a mesma religião que a minha, pois todos somos livres, tanto que tenho diversos colegas de outras religiões e os respeito.

    Ótimo post!

    ANTES DE IR QUERIA LHE PROPOR UMA PARCERIA, COLOQUEI SEU LINK EM MEU BLOG E QUERIA QUE VOCÊ COLOCASSE MEU LINK NO SEU,
    DESDE JÁ AGRADEÇO.

    http://adolescenteescritor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. oiie
    obrigada pela visita, adorei seu blog tambem :)

    beijo grande

    ResponderExcluir
  5. Muito legal teu post!!! concordo plenamente...a gente não precisa sair do lugar pra amar, respeitar e ter fé em Deus...E não importa como a gente esteja Ele sempre é a melhor solução!

    ResponderExcluir
  6. Realmente, não devemos obrigar ninguém a frequentar a mesma religião que nós. Cada pessoa é de um jeito. Deus ama todos, sem distinção.

    ResponderExcluir

Leio, logo critico!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...