Versos.



'' e como um par, o vento e a madrugada iluminavam a fada do meu botequim...'''



'' passo as tardes pensando. Faço as pazes tentando te telefonar. Cartazes te procurando. Aeronaves seguem pousando sem você desembarcar. Pra eu te dar a mão nessa hora, levar as malas pro fusca lá fora ...''



'' felicidade, nada de mais. Três desejos: fé em Deus, muita saúde e um pouco de amor a quem lhe quer bem. E o resto vem devagar. ''



'' quero sua risada mais gostosa. Esse seu jeito de achar que a vida pode ser maravilhosa. ''



'' não gosto de rotina. Eu amo de verdade aqueles pra quem eu digo isso, e me irrito de forma inexplicável quando não botam fé nas minhas palavras. Nem sempre coloco em prática aquilo que eu julgo certo. São poucas as pessoas pra quem eu me explico."



'' ela chora tempestade, então chove lá fora. Nem mesmo ela sabe como que controla, pensamento é furacão e vento. Ela canta sinfonia. Amanhece o dia. Ela sonha nasce a fantasia. Ela apronta outra ventania. Ela muda o tempo. Ela inventa hora. Ela faz história em cada momento. ''



'' espatódea, gineceu cor de pólen. Sol do dia, nuvem branca sem sardas ... ''



'' quem sabe eu ainda sou uma garotinha, esperando o ônibus da escola sozinha. ''



'' eu quero a sorte de um amor tranquilo com sabor de fruta mordida. ''



'' nossa casinha pequena parace vazia sem o teu balé. Sem teu café requentado soldado de chumbo não fica de pé. Bailarina, soldado de chumbo ... ''



'' mas eu sei que um dia a gente aprende, se você quiser alguém em quem confiar. Confie em si mesmo, quem acredita sempre alcança.''



'' nesses lábios que meus lábios sugam de prazer. Sugo sempre. Busco sempre a sonhar em vão. Cor vermelha, carne da sua boca, coração ...''



'' desenho toda a calçada. Acaba o giz, tem tijolo de construção. Eu rabisco o sol que a chuva apagou.''



'' e nesse dia branco, se branco ele for, esse canto esse tão grande amor ... grande amor. Se você quiser e vier pro que der e vier: comigo.''



'' não penso em me vingar, não sou assim. A tua insegurança era por mim. Não basta o compromisso, vale mais o coração ...''



'' liga o rádio à pilha, a TV. Só pra você escutar a nova música que eu fiz agora. Lá fora a rua vazia chora? ...''



'' eu vou dizendo na sequência bem clichê: eu preciso de você  ...'



'' dos cegos do castelo me despeço e vou a pé até encontrar um caminho, um lugar pro que eu sou.''


3 rabiscos:

  1. Parabéns pelo blog muito bonito e organizado. Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá José, obrigada por seu elogio, me sinto mt feliz por sua opinião!!!
    Volte sempre!!!

    =D

    ResponderExcluir
  3. DEny, como já havia dito seu blog é interessantissímo, adorei os versos, as reflexões , tudo.Parabéns! Obrigada por seus comentários em meu blog.Te espero por lá mais vezes.

    ResponderExcluir

Leio, logo critico!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...